A Iniciação na Sapatilha de Ponta

A Iniciação na Sapatilha de Ponta

imagem4

Quando iniciamos no Ballet Clássico, de imediato desejamos dançar com sapatilhas de ponta, tendo toda a leveza, para rodopiar, rodopiar e rodopiar. Mas nem todos poderão utilizar as sapatilhas de ponta, tudo depende da estrutura de cada um.

A estrutura do tornozelo e do pé é um fator importantíssimo, o pé ideal tem os comprimentos de dedos quase iguais, fornecendo uma plataforma quadrada para poder se apoiar. Os pés que tenham flexibilidade insuficiente do tornozelo e sem colo de pé, não conseguirão colocar o tornozelo em uma linha reta com o joelho e os dedos do pé na ponta.

O físico é outro fator importante, os músculos abdominais e traseiros devem estar fortes, criando um alinhamento para a execução correta dos exercícios em aula. O tornozelo e os músculos dos pés devem estar totalmente fortalecidos, para uma execução correta do passo. Caso o aluno esteja acima do seu peso, não deve ser incentivado a utilizar as pontas, pois pode danificar os pés pela sobrecarga, gerando lesões serias no futuro.

O fato é que se o aluno não estiver devidamente preparado, a sapatilha de ponta proporcionará grandes riscos para o seu corpo. Quando iniciado cedo demais e sem preparo físico adequado, força a estrutura óssea muscular, os tendões e ligamentos, ocasionando problemas ortopédicos graves, deixando os ligamentos frouxos, criando hérnias nos ligamentos das articulações ósseas.

Estes problemas poderão gerar problemas na coluna pela péssima postura, sobrecarga nos tendões do tornozelo, lesões no joelho, joanetes, deformação do pé, tendinite, lordose e dentre outros fatores.

Nenhum aluno deve começar na ponta antes dos onze anos, o aconselhável é após os doze anos e o aluno deve ter no mínimo três anos de pratica da técnica Clássica. Assim, o aluno estará com os seus ossos fortificados, tendões, ligamentos e músculos para a execução das pontas.

A decisão deverá ser feita por um professor conhecedor da técnica Clássica, é importante que os alunos e os pais compreendam que iniciar-se na ponta sem um preparo físico adequado, gera grandes riscos e vícios que levam anos para serem corrigidos.


Adicionar Comentário

0 Comentários

Deixe o seu comentário!